Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

TERRA MOLHADA

PROMESSA DE FRUTOS MADUROS, DE ABUNDANTES COLHEITAS... BÊNÇÃO DAS PRIMEIRAS CHUVAS DE VERÃO... DOCE PERFUME DE TERRA MOLHADA...

TERRA MOLHADA

PROMESSA DE FRUTOS MADUROS, DE ABUNDANTES COLHEITAS... BÊNÇÃO DAS PRIMEIRAS CHUVAS DE VERÃO... DOCE PERFUME DE TERRA MOLHADA...

VAZIO INTERIOR...

 

 

É quase uma constante
Este estado inconstante
Esta busca inacabada
Ou sequer iniciada
Que já não estou certo
Se caminho no deserto
Ou se imóvel me movo
Porque mesmo parado
Busco-te em todo o lado
Neste vazio interior
Porém pleno de dor -
- Desde o dia em que senti
Que caminhando sem ti
Morro em cada passada
Sufoco em cada golfada
Do ar que respiro
Num último suspiro
Que não ouso soltar
Enquanto não te encontrar

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.