Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

TERRA MOLHADA

PROMESSA DE FRUTOS MADUROS, DE ABUNDANTES COLHEITAS... BÊNÇÃO DAS PRIMEIRAS CHUVAS DE VERÃO... DOCE PERFUME DE TERRA MOLHADA...

TERRA MOLHADA

PROMESSA DE FRUTOS MADUROS, DE ABUNDANTES COLHEITAS... BÊNÇÃO DAS PRIMEIRAS CHUVAS DE VERÃO... DOCE PERFUME DE TERRA MOLHADA...

ESCÁRNIO E MAL DIZER...

 

Viv'a Lurdes - dos Magalhães

Que já são mais que as mães

Pena que falem “magalhanês”

Em vez de bom português

 

Ou da Energia o  Pinho

Que ador'andar de “jatinho”

E já deve um dinheirão

De tanto usar o Falkon

 

Viv'o Santos das Finanças

Que nos saca as poupanças

Par'a seguir “emprestadar”

A quem nos anda a roubar

 

E o Lino das auto-estradas

Ou das  SCUT´s portajadas

Que corta no Metro do Porto

P’ra fazer um aeroporto

 

Viv'o Silva "malhador"

Ele que já perdeu fulgor

Prevendo que as eleições

Não dispensem coligações

 

Ou das Polícias o Pereira

Se abre a boca sai asneira

E com tão intenso asneirar

Nem a mosca pode entrar

 

E não dou vivas aos demais

Não sendo piores são iguais

Aos que acabo de citar

Pois por aqui me vou ficar

 

Não sem antes distinguir

Porque maior no mentir

Aquele que é no poleiro

Dos ministros o primeiro

 

(Que já o Povo assim o diz

"Mentes cresce-t'o nariz")